Início Desporto Benfica após derrota com o FC Porto na Taça de Portugal arrasa:...

Benfica após derrota com o FC Porto na Taça de Portugal arrasa: “Arbitragem absolutamente miserável”

211
0

Após o jogo, em declarações à BTV, Fernando Tavares, vice-presidente do Benfica, não poupou nas críticas à atuação da dupla de arbitragem Duarte Santos e Ricardo Fonseca.

FC Porto fez este domingo a dobradinha ao bater o Benfica, por 31-27, na final da Taça de Portugal de andebol, disputada em Pinhel, Guarda, somando o nono título na competição.

Magnus Andersson: “O jogo foi muito estranho, com muitas exclusões de dois minutos, vermelhos”
Os dragões, que se sagraram campeões nacionais apenas com vitórias, já comandavam ao intervalo (16-14) e confirmaram o seu favoritismo perante o terceiro classificado do campeonato, que nas meias-finais tinha afastado o Sporting, recordista de troféus na prova (15).

Após o jogo, em declarações à BTV, Fernando Tavares, vice-presidente do Benfica, não poupou nas críticas à atuação da dupla de arbitragem Duarte Santos e Ricardo Fonseca, visando, especialmente, as 12 exclusões de dois minutos aos jogadores das águias e pela expulsão do treinador Chema Rodríguez.

“Em relação ao jogo de hoje [domingo], acho que o Benfica tentou equilibrar o jogo frente a um FC Porto fortíssimo. Sem pôr em causa a vitória e a qualidade do FC Porto, acho que tivemos uma arbitragem absolutamente miserável, que condicionou o jogo. Tivemos 12 exclusões [ndr: o FC Porto teve 10], foram 24 minutos em 60 com menos um jogador, foram 40% do tempo. A Federação e a arbitragem… nunca vi isto num jogo de andebol, com três e quatro jogadores de campo fora ao mesmo tempo. Isto não põe em causa o facto de termos de rever os nossos processos, temos alguma culpa própria em lances que podiam ter dado outro equilíbrio à partida”, disse, em declarações à BTV.

“O Chema Rodríguez está a fazer um trabalho no andebol que é notável. Por vezes, é perseguido pelas arbitragens. Não sei bem porquê, mas talvez por ser cidadão espanhol. Às vezes, temos uma cultura desportiva em Portugal que é preconceituosa, pois ele não fez nada para ser expulso. Não podemos criticar a equipa, que lutou até ao limite. Mesmo a jogar em desvantagem, o Benfica conseguiu manter o marcador numa perspetiva de recuperação para conquistar a Taça de Portugal, que era um desejo enorme desta equipa para oferecer aos adeptos”, disse ainda.

FONTE: OJOGO
FOTO: LUSA